#TOP 5 - Livros para ler em um dia - Maluca Por Livros
2018

#TOP 5 - Livros para ler em um dia

Hey, tudo bom? 

Com a rotina corrida que a vida de gente grande traz, é preciso lutar para não diminuir o ritmo das leituras, e se diminuirmos o ritmo, podemos aproveitar para investir naqueles clássicos que a gente sempre quis, mas nunca investiu ou em livros que a gente quer ler, mas nunca dedicou tempo.
Eu amo falar de livros para ler em um dia e se mês passado eu trouxe livros que eu li em um dia e amei, NESSE POST hoje eu trago livros para ler em um dia que eu quero muito ler.




Clássico do aclamado escritor George Orwel, A revolução dos bichos traz numa fábula sobre o poder uma discussão acerca do totalitarismo em uma crítica ao governo comunista de Stalin.

Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista.





Como leitora, desde que ouvi falar deste livro quero le-lô, mas nunca comprei, acredito que este tempo chegou e espero colocá-lo como um dos meus favoritos na TAG dos 50%. 

Imagine uma época em que os livros configurem uma ameaça ao sistema, uma sociedade onde eles são proibidos. Para exterminá-los, basta chamar os bombeiros - profissionais que outrora se dedicavam à extinção de incêndios, mas que agora são os responsáveis pela manutenção da ordem, queimando publicações e impedindo que o conhecimento se dissemine como praga. Para coroar a alienação em que vive essa nova sociedade, as casas são dotadas de televisores que ocupam paredes inteiras de cômodos, e exibem "famílias" com as quais se pode dialogar, como se estas fossem de fatos reais.
Um clássico de Ray Bradbury, "Fahrenheit 451" é não só uma crítica à repressão política mas também à superficialidade da era da imagem, sintomática do século XX e que ainda parece não esmorecer.
 



Querer ler grandes autores é uma saga... 
Gostaria de começar com Anna Karenina? Gostaria. 
Gostaria de começar por Guerra e paz? Gostaria.
Mas não tenho confiança ou garantias de que eu gostarei da escrita do autor para ler mais de mil páginas, então comecemos por um livro bem curtinho só para gente criar intimidade com o autor.

Esta obra mostra a história de um burocrata medíocre, Ivan Ilitch, um juiz respeitado que depois de conseguir uma oferta para ser juiz em uma outra cidade, compra um apartamento lá, para ele, sua mulher, sua filha e seu filho morarem. Ao ir para o apartamento, antes de todos, para decorá-lo, ele cai e se machuca na região do rim, dando início à uma doença.


 

Um YA contemporâneo que tange assuntos (pesados porém) necessários e importantíssimos. Fale! Será a minha segunda leitura da autora Lauren Kate, iniciei os livros da autora por Garotas de Vidro e chorei, sofri, senti mil dores diferentes e sai da história muito mais disposta a ter empatia do que entrei.


“Fale sobre você... Queremos saber o que tem a dizer.” Desde o primeiro momento, quando começou a estudar no colégio Merryweather, Melinda sabia que isso não passava de uma mentira deslavada, uma típica farsa encenada para os calouros. Os poucos amigos que tinha, ela perdeu ou vai perder, acabou isolada e jogada para escanteio. O que não é de admirar, afinal, a garota ligou para a polícia, destruiu a tradicional festinha que os veteranos promovem para comemorar a chegada das férias e, de quebra, mandou vários colegas para a cadeia.

E agora ninguém mais quer saber dela, nem ao menos lhe dirigem a palavra - insultos e deboches, sim - ou lhe dedicam alguns minutos de atenção, com duvidosas exceções. Com o passar dos dias, Melinda vai murchando como uma planta sem água e emudece. Está tão só e tão fragilizada que não tem mais forças para reagir.

Finalmente encontra abrigo nas aulas de arte, e será por meio de seu projeto artístico que tentará retomar a vida e enfrentar seus demônios: o que, de fato, ocorreu naquela maldita festa?

O livro Fale! deu origem a um dos meus filmes "adolescentes" favoritos, O silencio de melinda.




Acredito que minha vontade de ler esse livro gira em torno da atriz principal e da lenda que a personagem se tornou. 
Nunca li nada do autor e não sei se vou realmente gostar do estilo de Capote, entretanto, preciso ler primeiro para contar para vocÊs depois.

Em Bonequinha de Luxo, novela de 1958, escrita com mão levíssima, o escritor norte-americano Truman Capote acompanha as estrepolias de Holly Golightly, a jovem que escapa da vida besta do interior para tentar a sorte na Nova York dos anos da Segunda Guerra. Moça de hábitos e horários nada ortodoxos, Holly põe em polvorosa uma galeria de personagens que vai de um mafioso preso a um escritor inédito, passando por um fotógrafo japonês, uma modelo gaga e uma cantora rouca – para não falar de um certo diplomata brasileiro. Tudo isso sem abandonar a visão de uma vida de luxo, calma e volúpia, se possível bem longe do Texas e bem perto da joalheria Tiffany’s. Celebrizada nas telas de cinema por Audrey Hepburn no filme homônimo de Blake Edwards, Holly é uma das criações mais felizes de Capote, mistura inextricável de ninfa diáfana e moça roçuda, tão viva e sedutora hoje como quase meio século atrás.


E ai, o que vocês acham dessa minha lista?
Já leram ou querem ler algum desses livros?
COMENTEM AQUI EMBAIXO!


About Maluca Por Livros

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.